Salve Salve Pessoal!!

Tudo bom, com vocês?

O post dessa semana teve a colaboração direta da entusiasta e impulsionadora de ações sustentáveis, inovação e colaboratividade, Priscila Miranda, .

Vamos destacar como você pode aplicar de forma mais eficaz tudo o que aprendeu ao longo desses anos, evitando a “obesidade intelectual” termo utilizado para aqueles que consomem informação e não colocam em prática. Afinal de contas:

“Tempo é questão de prioridade”.

Segundo algumas pesquisas de mercado, nos últimos anos, 62% dos brasileiros não tem tempo para colocar o que deseja em prática, tendo como principal argumento o excesso de tarefas. Isso é algo que eu escuto muito de líderes e profissionais, praticamente todos os dias. Na live com a Priscila Miranda, ela fala da importância de atentar para o fato de que tempo é uma questão de prioridade.

Faz sentido pra vocês?  E o que tudo isso tem haver em não colocar o conhecimento em prática?

A partir do momento que eu não reflito sobre como estou fazendo, passo a agir conforme outro deseja. Portanto, vale repensar suas prioridades, valores e fazer uma análise interna do que merece mais a sua atenção para que, assim, o tempo, naturalmente, venha a ser mais bem utilizado. É importante mesclar necessidades e desejos que transformem suas atividades e, é claro, a sua qualidade de vida tão almejada.

…Se você pensa que pode, você pode.

Quando o assunto é trabalhar demais, por exemplo, e priorizar majoritariamente atividades profissionais, o workaholic (termo em inglês para algo do tipo: Viciado em trabalho) perde, gradativamente, saúde, tempo com família, tempo para si e consequentemente, ânimo e esmero nas atividades profissionais.

Diferentemente do worklove, uma versão atual e remodelada da expressão inicial inglesa, que busca prazer em suas atividades e melhor otimização do seu tempo para qualidade de vida.

Daí vem o grande desafio na busca de um perfil  worklove. Segundo Priscila Miranda, “não basta apenas desejar, tem que aplicar e, portanto, deve-se levar em consideração e respeito ao processo de mudança de hábitos, planejamento, trocas de conhecimento/informação, que enriqueçam os motivos/ideias para as ações importantes de serem realizadas e o auto-conhecimento.”

Para que você de fato coloque tudo em prática é necessário identificar o porquê não consegue fazer isso. Pergunte-se: Qual competência eu preciso desenvolver? É uma questão de gestão do tempo? É um novo planejamento?

Após você identificar as causas, foque nela!!!

Até você colocar em prática aquilo que não lhe deixa evoluir, acreditamos que a crença de que se está limitado e incompetente fortalece tal condição. Se você pensa que pode, você pode. Se pensa que não, também.  Faça o movimento para a solução que, entre acertos, erros e descobertas, a competência chega e junto com ela a realização profissional, as contribuições à sociedade e os resultados, enfim, desejados (que em geral, são superados).

Vamos mais além!

Se você deseja ter mais produtividade e desenvolver a competência necessária que proporcionará mais lucratividade para o seu negócio, com ferramentas eficazes, em curto prazo e com um valor que caiba no seu bolso. Eu criei o Programa de Mentoria da HILDEGARD em formato de grupo.
O objetivo do programa de Mentoria da HILDEGARD é encontrar os melhores caminhos para você conseguir resultados ainda nem imagináveis por você.  Com tantas possibilidade e oportunidades disponíveis, o auxílio de um especialista em gestão pode fazer a diferença para maximizar as suas conquistas.

Tá na hora de tirar a sua ideia do papel ou alavancar o seu negócio existente com mais produtividade.

Preencha a aplicação no Programa de Mentoria da HILDEGARD clique no banner.